segunda-feira, 11 de março de 2013

Os cachos da Menina

O vento levava seus cachos para onde queria
Ela corria
corria com os sonhos nas mãos
Ela dançava
e girava sem medo de nada
Ela sorria
sorria com os olhos de lágrimas
Ela é menina
tentando ser mulher

Menina acredita em tudo
que tudo é possível
Pode fazer o que quer
Pode mudar o tempo
Pode mandar no vento
Não tem medo
Não tem meio
Menina sabe tudo
o início e o fim
Mas falaram para menina
que já estava na hora
dela ir embora
para dar lugar a mulher

O vento bagunçava os cachos de mulher
Ela fugia
e fugiam os sonhos de suas mãos
Ela cansava
de dar voltas e não sair do lugar
Ela chorava
e sorria dizendo que não era nada
Ela é menina
fingindo ser mulher

A tempestade passou
pela brisa ela esperou
Mas vento sopra onde quer
a menina ouve sua voz
ela dança com o vento
e ninguém mais sabe
para onde ela vai


O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. 
João 3:8