quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Carvalho

Sempre tem o tempo brotar a semente e nascer 
de cair as folhas e de verdejar
de podar os galhos e de crescer  
de fincar raízes profundas e quebrar a terra seca
de se inclinar com vento e receber a boa chuva
de florescer, frutificar e espalhar novas sementes.
Eu sou o carvalho que foi desprezado e cortado o seu tronco.
Mas agora já se vê uma pequena  folha verde,
o carvalho já não morrerá.

Para a arvore pelo menos há esperança: se é cortada, torna a brotar, e os seus renovos vingam.
Suas raízes poderão envelhecer no solo e seu tronco morrer no chão;
ainda assim, com o cheiro de água ela brotará e dará ramos como se fosse muda plantada. Jó 14: 7- 9